Quem é você e qual o seu signo no Horóscopo Cigano?

Pois é meu amigo, minha amiga que aqui vem para saber mais sobre o Horóscopo Cigano, saiba que ele nasceu, segundo consta, na Idade Média e até hoje é um dos mais antigos métodos de interpretação do futuro.

Assim como o seu parente o Horóscopo Europeu, o zodíaco cigano tem 12 sinais/signos, sendo cada um para uma data de nascimento.

Note os nomes de cada signo:
Taça, Capela, Punhal, Coroa, Candeias, roda, estrela, sino, moeda, adaga, machado e ferradura.

Estes símbolos ou sinais no horóscopo cigano refletem as preciosidades do povo cigano naquela época como a lâmpada, a faca, as ferraduras, coroa entre outros

Vamos ver daqui em diante que cada signo do horóscopo cigano expressa pontos de vista da personalidade de cada pessoa que é representada por esses elementos.

Descubra então com o Horóscopo Cigano suas potencialidades, seus pontos fracos e sua sensibilidade.

Ah, não se esqueçam que os ciganos são também reconhecidos em toda a parte por suas artes de adivinhação, sendo o mais representativo a cartomancia e quiromancia.

Assim, com base no estudo de estrelas, o sol ea lua, os ciganos, povo nômade por excelência, usaram seus talentos para criar um horóscopo de 12 signos representados por objetos, que foram atribuídos a cada pessoa de acordo com sua data de nascimento.

Horóscopo Cigano

Descubra o sinal que corresponde a você de acordo com os ciganos:

Capela:
Para quem nasceu entre 20 de fevereiro a 20 de março.
Ele simboliza a religiosidade e fé. É sério, silencioso e desconfiado, mas têm grande capacidade de se conectar e fazer amigos; eles têm grande força espiritual e amar a lugares calmos.

Punhal:
Para quem nasceu entre 21 de março ao 20 de abril
Simboliza a maneira rápida e direta para lidar com uma situação. Eles são pessoas práticas, impulsivos e competitivos; eles também possuem uma grande intuição, o que os torna bons líderes.

Coroa:
Para quem nasceu entre 21 de abril a maio de 20.
Ele simboliza pureza e elegância. Eles são leais, sensível e romântico, mas algo arrogante. Eles amam o bem-estar e os luxos, mas eles gostam de trabalhar para ganhar deles.

Candeias:
Para quem nasceu entre 21 de maio a 20 de junho.
Ele simboliza a sabedoria ea abundância de ideias. Eles são um povo pouco mesquinho, mas eles são inteligentes e comunicadores, tornando-os ganhar amigos e ser admirado.

Roda:
Para quem nasceu entre 21 de junho a 21 de julho.
Simboliza o ir e vir na vida.
São pessoas sensíveis, emocionais, reservadas e um pouco inseguras, mas amam com intensidade, o que os leva a ser super protetora.
A roda é um dos grandes símbolos do povo cigano e por isso esta estampado em sua bandeira.
Ela simboliza o movimento a liberdade e o desapego.
As pessoas nascidas sob a influência deste signo são calmas, mas quando perdem a paciência, chegam a se exaltar. No amor são inseguros, mas amam com intensidade.
São muitos emotivos.

Estrela:
Para quem nasceu entre 22 de Julho a 22 de agosto.
Ele simboliza a igualdade entre a terra e o céu. Eles estão otimistas, charmoso e eles gostam de se destacar em tudo, além do destino está sempre com eles.

A estrela de seis pontas, representa o equilíbrio do que esta em cima e o que esta em baixo.
As pessoas que nascem sob a influência deste signo tem luz própria e nascem para brilhar. São positivas e aproveitam tudo que a vida lhes oferece. Tem um poder de encantamento, atraindo as pessoas para seu redor, entretanto querem que todos sejam como elas querem.

Sino:
Para quem nasceu entre 23 de Agosto a 22 de setembro
No passado o sino era utilizado como relógio, e o povo cigano o associou a exatidão, a disciplina e a organização.
As pessoas nascidas sob esta influência, são organizadas, ambiciosas e detalhista, gostam de limpeza e às vezes chegam ao exagero.
São muito críticas e olham tudo o que acontece ao seu redor.
No amor são desconfiadas e demoram a se envolver.
Ele simboliza a pontualidade e disciplina. Eles são organizados, as pessoas ambiciosas e perfeccionistas. Eles criticam tudo à sua volta, embora eles estão abertos a ajudar os outros a crescer.

Moeda:
Para quem nasceu entre 23 de setembro-outubro 22.

Para os ciganos as moedas estas associadas à riqueza material e espiritual. As pessoas nascida sob esta influência têm talento para todas áreas artísticas. São muito prestativas, além de serem sensíveis e encantadoras.
No amor precisam viver intensas paixões.
Ele simboliza a justiça e equilíbrio. Eles são pessoas dotadas de grande sabedoria para resolver qualquer conflito, os empresários, otimista e com um olho afiado para o negócio.

Adaga:
Para quem nasceu entre 23 de Outubro a 21 de novembro.

Simboliza transição, e mudanças e estão associadas às várias fases da vida terrena e a morte.
A pessoa nascida sob esta influência é muito analítica, tendo uma personalidade forte e procura ir fundo nas questões que envolvem sua vida.
No amor vivem grandes paixões, procuram se fazer respeitar.
Ele simboliza mudanças, aprendizagem e evolução. Eles são analíticas e de forte caráter das pessoas, mas eles atraem outros com sua personalidade e pode ser muito amado e respeitado.

Machado:
Para quem nasceu entre 22 de novembro a dezembro de 21.
Simboliza a força para romper as barreiras que a vida nos impõem.
A pessoa nascida sob esta influência tem um senso forte de liberdade, não gostando de prender a nada. São aventureiras, comunicativas e desfrutam de tudo o que a vida lhe oferece.
São muito otimistas e alegres, se apaixonam e se desapegam com a mesma facilidade.
Ele simboliza a liberdade. Eles são as pessoas que amam a aventura, um pouco imprudente, mas de grande atenção, e também eles ajustar a qualquer situação.

Ferradura:
Para quem nasceu entre 22 de dezembro ao 20 de janeiro.
Simboliza a proteção, sorte e o trabalho árduo.
As pessoas que nascem sob esta influência são muito desconfiadas apesar de serem muito centradas.
Se doam muito para a vida profissional e dão grande importância para a família.
Buscam relações sérias, pois casar e ter filhos são seus ideais.

Ele simboliza o esforço e trabalho duro. Eles são dedicados e perfeccionistas pessoas em tudo o que fazem, por isso eles sempre alcançar o sucesso. Eles estão sempre prontos para ajudar a quem precisa deles.

A Origem dos Ciganos

Diversos cientistas arriscaram seus palpites, ao longo dos séculos, tentando situar a origem desse povo fascinante e misterioso. As mais difundidas hipóteses que, infelizmente não puderam ser provadas incontestavelmente, afirmam que os ciganos se originaram na Núbia. Outra que seriam remanescentes da Babilônia.

Uma teoria interessante, mas vaga em seu conteúdo, afirmava que os ciganos eram descendentes de um povo pré-histórico, só que não se conseguiu estabelecer com certeza qual era esse povo.

Outra dizia que os ciganos haviam se originado de uma mistura de raças entre judeus e mouros. Ou então, originários da Península Ibérica, da Valáquia, dos Pirineus bascos, da Atlântida, dos guanches das Canárias e, até dos índios norte-americanos.

A hipótese que mais se aproximou da verdade foi a de Voltaire, que afirmava que esse povo descendia dos sacerdotes de Ísis, no Egito.

A verdade é que, sempre em constante mobilidade, os ciganos mais assimilavam a cultura dos povos por onde passavam, do que a influenciavam ou deixavam pistas seguras. Os grupos que chegaram à Europa no século XV vinham do baixo Egito, que, na época, abrangia também a Síria, Grécia, Chipre e regiões vizinhas.

Astrologia Cigana

A Astrologia Cigana, principalmente a do ramo persa, apresenta algumas particularidades que, embora a diferenciando da Astrologia Ocidental, notadamente na nomenclatura, tem com esta estreitos pontos de identificação.

Não se sabe se a Astrologia Cigana, nascida na Índia e aprimorada na Pérsia, tenha influenciado ou sido influenciado pela Astrologia tradicional, pois faltam elementos para uma tese documentada historicamente. Isso se deve, principalmente, à constante mobilidade dos ciganos e a sua necessidade de, em tempos de perseguição, livrar-sede todo e qualquer registro escrito que pudesse comprometê-los.

A dificuldade em preservar o conhecimento e a nomenclatura foi facilmente superada com uma ideia prática, dando a cada signo o nome de um instrumento do cotidiano, fácil de ser memorizado. De sua origem oriental, tem como característica principal a divisão das décadas em ciclos de dois anos, cada um sendo representada por um símbolo típico, que são a Tenda, a Fogueira, a Estrada, o Vento e a Música, guardando, estes sim, estreita relação com oHoróscopo Lunar dos chineses.

A Astrologia tradicional estuda a influência dos Astros nos destinos da humanidade e não se sabe em que ponto de sua cultura os ciganos incorporaram os conhecimentos dos elementos da cultura greco-romana, cujas lendas estão presentes no Zodíaco. Vagos e esparsos documentos indicam que foi em sua passagem pelo Egito, principalmente, que os ciganos desenvolveram seus conhecimentos sobre a aplicação prática da astrologia à vida e ao destino dos homens.

Como tudo ao seu alcance, os ciganos buscavam a praticidade, descartando conhecimentos supérfluos ou complicados. Preocupava-os saber como os astros influenciavam as pessoas a partir do nascimento e isso se prestou às interpretações que, com uma habilidade natural, eles desenvolveram desde o começo dos tempos.

Como as outras práticas divinatórias ciganas, no entanto, a Astrologia Cigana foi proibida durante o período de perseguições, atrasando seu desenvolvimento.

Nesse período, eventuais registros escritos existentes foram destruídos, por questões de segurança, perdendo-se, assim, um conhecimento precioso e antigo.

Pressionados pelas perseguições, os ciganos gradativamente foram deixando de lado seus estudos e, consequentemente, seus conhecimentos da astrologia interpretativa. As artes divinatórias acabaram relegadas à cartomancia e à quiromancia, muito embora, há alguns séculos, as previsões se faziam de um modo mais completo. Os estudos foram retomados apenas na metade do século passado e, hoje em dia, ao lado de estudiosos sérios do assunto, há também muita mistificação e muitas invencionices caminhando lado a lado, descambando para o campo da superstição e deixando de lado o aspecto interpretativo que a influência dos astros exerce sobre os destinos das pessoas. Essas informações, quando somadas aos resultados da observação das linhas das mãos e da interpretação das cartas do Tarô, formam um painel completo da vida de cada um.

Os Ciclos

No horóscopo cigano, cada período de dois anos compreende um ciclo, iniciando-se no dia 21 de março do ano ímpar e terminando no dia 20 de março do próximo ano ímpar. Esses períodos, ligados à simbologia cigana, acrescentam a cada signo características específicas